4

Deixar de ser filha..

A semana toda de molho. E do molho nem ver.
Fiz tudo igual mas em camara lenta.
Aos comprimidos que sempre renunciei tive que dizer "Olá".
Dos mimos - regalia assegurada pelos doentes - nada.
Ainda divido os mimos dela com ele.
Sou mãe dela. E dele.
Resta-me ser minha mãe...
Amanhã também vou ser o pai.
..com comprimidos.

4 comments:

Baby disse...

E um dia disse-nos a nossa mãe : também tu serás mulher ...

pu pu pi tu disse...

melhoras, rápidas!
... em tudo!

gasolina disse...

Sinto-te num ritmo alucinante.
Talvez não dês conta mas um dia nem a comprimidos lá vais. Reduz a velocidade e aprende a dizer não. Mesmo que o faças a ti própria: o teu corpo agradece e os outros também.
Nem sempre o urgente é tão importante.

Boa Sorte, Lutadora.

domino disse...

FORÇA! pouca culpa, nada de culpa.
És uma mulher, uma boa mãe, tem orgulho em ti e fecha os olhos aos detalhes.
Vá, que ser o que tens de ser todos os dias não é nada fácil!
Força!